11 . 2539.6470 / 11 . 2645.7298 / Whatsapp: (11) 96587-7395
Lipoaspiração: mãos competentes fazem toda a diferença

Lipoaspiração: mãos competentes fazem toda a diferença

lipoaspiração é a campeã entre as cirurgias plásticas realizadas pelas brasileiras que buscam contornos que não podem ser conseguidos de outra maneira. Em entrevista ao programa Estilo e Saúde, da Record News, o cirurgião plástico Eduardo Lange explica em quais casos esse tipo de procedimento é indicado e fala sobre os cuidados que o paciente deve ter ao procurar um especialista. Vale a pena conferir!

A escolha do cirurgião plástico

A escolha do cirurgião plástico para efetuar a lipoaspiração é o primeiro passo para um procedimento seguro e com o resultado desejado.

Um profissional qualificado demonstra sua competência desde a consulta, quando é feita a avaliação da paciente. O cirurgião ético não indica a lipoaspiração para casos em que a pessoa pode perder gordura com mudança de hábito alimentar e prática de exercícios físicos, por exemplo.

Uma boa forma de conseguir um profissional competente e confiável é buscar indicações com conhecidos que tenham realizado a lipoaspiração e obtido ótimos resultados. Mas só esse cuidado não é suficiente, sendo preciso verificar se o local de operação oferece toda infraestrutura necessária para garantir a segurança do paciente, isto é, em hospital com UTI.

Ainda que toda cirurgia envolva riscos, a investigação do paciente – através dos exames pré-cirúrgicos – diminui a possibilidade de imprevistos, e no caso de intercorrências, uma equipe especializada e um hospital com os recursos necessários são a melhor forma de evitar acontecimentos trágicos e evitáveis.

Consultar a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica para se certificar se o profissional possui especialização em cirurgia plástica é essencial, uma vez que “90% das complicações de cirurgias plásticas que resultaram em algum processo foram realizadas por profissionais que não eram cirurgiões plásticos”, alerta Dr. Lange.

Lipoaspiração nem sempre é a melhor opção

É comum pessoas descontentes com o corpo procurarem o cirurgião plástico para realizar uma lipoaspiração, cabendo ao profissional avaliar e determinar se é o procedimento ideal naquele caso.

Na busca por uma barriga chapada, por exemplo, a abdominoplastia pode ser a solução ideal no caso de excesso e flacidez de pele, e presença de estrias geradas após a gestação e grande perda de peso.

A lipoaspiração é indicada principalmente para melhorar os contornos do corpo através da retirada de gordura localizada. Exatamente para evitar que pessoas – e médicos não éticos – utilizem esse procedimento para eliminar peso, o máximo de gordura que pode ser lipoaspirada com essa cirurgia plástica é 7% do peso corporal.

Somente o cirurgião plástico capacitado poderá definir qual cirurgia é a mais indicada para cada paciente e, também, verificar se é o momento mais adequado para o procedimento.

Lipoaspiração: desfazendo alguns mitos

Devido a procedimentos realizados de modo inadequado, por médicos não capacitados, existem alguns mitos que foram criados em torno da lipoaspiração. Alguns deles foram abordados por Dr. Lange em sua entrevista para a Record News e destacamos a seguir.

Mito 1: Lipoaspiração deixa hematomas

Apenas lipoaspiração que não foi conduzida de modo apropriado deixa manchas roxas no corpo do paciente. Uma possível exceção é quando um paciente já tenha realizado o procedimento anteriormente, e a presença de fibrose em excesso, resultante do procedimento anterior, pode resultar em hematomas pelo rompimento dessas travas fibrosas na lipoaspiração secundária. Ainda assim, mesmo nas secundárias, um profissional qualificado é capaz de conduzir uma lipoaspiração com o mínimo de traumatismo.

Em outras palavras, pacientes submetidos a lipoaspiração pela primeira vez não ficam com hematomas, se o procedimento for efetuado por um cirurgião plástico competente e habilidoso na técnica.

Mito 2: Lipoaspiração causa traumatismos 

Esse é um conceito totalmente equivocado, uma vez que “lipo não é força, é jeito”. A cânula deve ser manuseada de modo delicado entre os tecidos e não causar traumatismo desnecessário.

Com o instrumental cirúrgico adequado em mãos competentes, o procedimento é extremamente seguro.

Mito 3: Lipoaspiração sempre usa drenos

O dreno não é obrigatório, sendo usado por alguns médicos como prevenção de acúmulo de líquidos nas áreas lipoaspiradas. “Não usamos dreno em absolutamente nenhuma lipoaspiração por uma única razão: não existe traumatismo em nossa lipo que resulte em acúmulo de líquidos, pois estes serão eliminados normalmente nas primeiras 24 horas após o procedimento, sem chance de ficarem coletados nos tecidos”, explica o Dr. Lange.

Mito 4: A gordura retirada da lipoaspiração sempre volta com o tempo 

Pacientes que fazem uma reeducação alimentar e praticam exercícios de modo regular não vão armazenar nova gordura nas áreas lipoaspiradas  – é muito mais comum o aumento de gordura localizada em partes do corpo que não foram alvo do procedimento, em caso de ganho de peso.

A lipoaspiração é um procedimento seguro quando efetuado por um cirurgião plástico habilitado e experiente. Assista a entrevista, e depois, converse com a equipe da Clínica Lange sobre os procedimentos que poderão te deixar mais confiante e feliz!

CLIQUE NA IMAGEM E BAIXE AGORA O NOSSO E-BOOK “TENHA UMA BARRIGA E UMBIGO NATURAIS COM A ABDOMINOPLASTIA”

$hw2gc4gkf8

 

A lipoaspiração é a cirurgia mais segura, desde que cirurgião, hospital, e  indicação sejam qualificados.  (O mais completo e resumido texto de lipoaspiração que você já viu)

A lipoaspiração é a cirurgia mais segura, desde que cirurgião, hospital, e indicação sejam qualificados. (O mais completo e resumido texto de lipoaspiração que você já viu)

Toda lipoaspiração é muito tranquila, mas ela exige técnica apurada, treinamento,paciência, e delicadeza do cirurgião. Quando estes preceitos são TODOS respeitados, é uma cirurgia segura.

Lipo não é com força, nem com cânulas grossas para sugar rápido toda a gordura; muito pelo contrário: lipo é jeito, detalhe, contorno, mínimo traumatismo cirúrgico.

“Esqueça o que você vê sobre lipo em vídeos do YouTube: lá se vê somente lipos grosseiras, traumáticas”.

Lipo se faz no HOSPITAL, e não em clínicas; muito menos em consultório. Lipo é com anestesia GERAL ou PERIDURAL, e não com anestesia local.

O que caracteriza uma lipoaspiração bem feita?

“Lipolight, minilipo, hidrolipo” são todas puro marketing, vendendo um procedimento que não é menos arriscado, nem é melhor, nem mais seguro do que uma lipoaspiração. É propanganda enganosa que médicos que não são cirurgiões plásticos fazem para atrair pacientes ingênuas, seduzindo-as para fazer um procedimento clandestino de baixo custo, em clínicas ou consultórios, pois lá não existe controle de segurança e qualidade.

“Lipolight, minilipo, hidrolipo” são unicamente miniresultados, com potenciais maxicomplicações”.

Lipo não é para emagrecer. É para ter contorno corporal, é para depósito de gordura localizada que não sai com exercício e dieta.

Lipo bem feita não aspira sangue. Lipo bem feita só remove gordura e líquido da infiltração no local a ser lipoaspirado.

A lipo bem conduzida NÃO deixa hematomas. Repito: sem hematomas. Pequenos equimoses esparsas, mais vistos até na região abaixo do local lipoaspirado, podem ocorrer pela gravidade, onde o liquido desce e cora levemente região.

Lipo com mínimos hematomas só é aceita em dois casos: em lipo secundária ou paciente com fragilidade capilar conhecida (aquela de pele bem branquinha, que fica roxinha com uma simples batidinha).

“No frasco de uma lipoaspiração bem feita, a gordura deve ser totalmente identificada, clarinha/amarelinha”.

Uma lipoaspiração só é arriscada na mão de uma pessoa despreparada, alguém que não é cirurgião plástico, ou um profissional que não domina a técnica. E se for num local inadequado, feita num paciente sem indicação (por exemplo um obeso, ou alérgico a medicações, fumante pesado, usuário de sedativos e outras substâncias, e etc.), e com problemas de saúde concomitantes, os riscos são ainda maiores.

Lipoaspiração não é um procedimento qualquer, é uma cirurgia tão séria quanto qualquer outra. Quem procura lipoaspiração pelo preço mais barato, NÃO é candidato a fazer uma lipoaspiração, e nenhuma outra cirurgia plástica.

“A lipo NÃO É UMA LOTERIA. Não significa que o procedimento pode dar certo para uma paciente e para outra não. Nada disso(!), pois não é uma cirurgia com este risco. É uma cirurgia segura. O problema não é da lipo, e sim de quem a executa, e em que condições (inadequadas) ela é feita”.

*Dr. Eduardo Lange H. é cirurgião plástico Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e
especialista pela International Society Aesthetic Plastic Surgery e defende a lipoaspiração de ponta, aquela
de alto impacto em resultado, e ao mesmo tempo com recuperação precoce, segura, sem riscos. Ele luta
para que todos entendam que a lipoaspiração não é nada disso que as pessoas temem. Pelo contrário: é a
cirurgia plástica mais segura que existe, desde que bem feita!

baixe também o e-book “Tenha uma barriga e umbigo naturais com a abdominoplastia

Mantendo e potencializando os resultados da lipoaspiração

Mantendo e potencializando os resultados da lipoaspiração

Para deixar o corpo mais bonito e torneado, muitos recorrem a lipoaspiração visando a retirada da gordura localizada que não sai nem mesmo ao emagrecer. Ela pode estar localizada no abdômen, coxas, flancos, costas, braços, cintura ou em qualquer outra parte do corpo, inclusive na “papada”.  Durante o procedimento, o cirurgião plástico fará uma pequena incisão onde há o acúmulo de gordura, e através de finas cânulas irá aspirar o tecido adiposo.

Antes da cirurgia, é indicado que o paciente esteja em seu peso ideal, ou pelo menos muito próximo dele. Isso ajudará em um resultado ainda mais satisfatório, pois a lipoaspiração não é um tratamento contra a obesidade, e sim contra a  gordura localizada.

É muito comum, mesmo com o paciente gozando de boa saúde, praticando exercícios físicos, e dentro de seu peso ideal, ele não conseguir eliminar aquela gordura localizada que desarmoniza o corpo e gera incômodo: é o momento da lipoaspiração!

O que fazer para manter os efeitos da lipoaspiração?

  • Após a lipoaspiração,  é necessário controlar o peso. A lipoaspiração remove as células adiposas, mas as remanescentes podem inchar e hipertrofiar caso o paciente ganhe peso novamente. Nesses casos de ganho de peso após uma lipoaspiração, a tendência é o acúmulo de gordura localizada em regiões que não foram lipoaspiradas.
  • Faça exercícios regulares, principalmente aqueles que definem a musculatura, como pilates, musculação, natação, ioga. No período imediato após a lipoaspiração é indicado que o paciente faça exercícios mais leves e vá aumentando de intensidade ao longo das semanas. Exercícios físicos precoces são bem vindos, pois ajudam a eliminar o edema e não comprometem a recuperação.
  • Manter hábitos saudáveis de alimentação, de preferência com o auxílio de um nutricionista. O ideal é evitar ou consumir o mínimo possível alimentos com  açúcar, principalmente refrigerantes. Eles contribuem para a obesidade, viciam o cérebro pela produção do hormônio dopamina, além de não saciar a fome.
  • Da mesma forma, é importante evitar alimentos ricos em gorduras saturadas e trans. Isso inclui creme de leite, óleos hidrogenados, biscoitos recheados, tortas, pizzas, batata frita, macarrão instantâneo, margarina, pipoca de microondas e alimentos fritos em geral.
  • Beber aproximadamente dois litros de água por dia, já que a água mantém o corpo hidratado, ajuda o metabolismo, controla a fome, contribui para o transporte de nutrientes, diminui o inchaço, e para as mulheres ainda previne a celulite.
  • Tratamentos estéticos ajudam a manter e a potencializar os resultados, especialmente em pacientes com tendência à retenção de líquido e flacidez de pele . São indicados drenagem linfática, radiofrequência, massagem modeladora, entre outros.
  • É importante seguir “à risca” as recomendações médicas durante a  recuperação. Será necessário usar uma malha de compressão  modeladora por 30 a 40 dias, para controlar o inchaço e facilitar a modelação dos contornos. Importante: “não são as malhas que modelarão o corpo, nem a ausência delas que comprometerá o resultado; o sucesso ou insucesso de uma lipoaspiração é quando ela não foi bem indicada ou mal realizada”, conta o Dr. Eduardo Lange; “claro que as malhas ajudam e são necessárias, mas dizer que uma lipoaspiração não atingiu seu melhor resultado por causa da malha, é incorreto”, acrescenta o Dr. Lange.

Lipoaspiração não é mágica

Por mais que a lipoaspiração possa proporcionar o contorno desejado, é necessário que o próprio paciente contribua para manter os resultados. Além disso, o cirurgião plástico precisará alinhar as expectativas do paciente com o que o procedimento pode proporcionar.

Caso o indivíduo não siga as recomendações médicas, é capaz dele voltar a ganhar peso e comprometer as melhorias da lipoaspiração. Portanto, ao adotar um estilo de vida mais saudável, é possível manter os ganhos da lipo por um longo período, até mesmo de forma definitiva. “Já vi muitos pacientes com corpos muito mais bonitos após a lipoaspiração, mesmo que estes pacientes tenham envelhecido; trabalhar a musculatura, alimentar-se e dormir bem, já é o suficiente para a maioria, diz o Dr. Eduardo.

Entre em contato e agende uma consulta com um dos maiores nomes da cirurgia plástica no país.

 

Baixa nosso e-book “Cirurgias Plásticas combinadas para as mães”

Lipoaspiração e Lipoescultura

Lipoaspiração e Lipoescultura

LIPOASPIRAÇÃO E LIPOESCULTURA • Do que se trata: Ambas as técnicas têm como objetivo remodelar áreas específicas do corpo através da remoção do excesso de depósitos de gordura localizada. Existem diversas técnicas disponíveis no cenário cirúrgico – o que determina a...
LIPOASPIRAÇÃO BEM CONDUZIDA NÃO GERA HEMATOMAS

LIPOASPIRAÇÃO BEM CONDUZIDA NÃO GERA HEMATOMAS

Já estamos comentando sobre este fato há muito tempo, porém, ainda persiste a idéia na população de que lipoaspiração é uma cirurgia traumática, que sempre terá como resultado um pós com hematomas e dor. Isto não é verdade, desde que a lipoaspiração seja conduzida com excelência. A lipoaspiração bem feita não tem hematomas, é um pós tranquilo, com algum desconforto ao toque nas áreas lipoaspiradas, e um inchaço de maior ou menor intensidade, que será variável de acordo com as características da paciente, quantidade de gordura lipoaspirada, e região anatômica lipoaspirada.

Veja esta foto de um pós-op. de 5 dias. Note a ausência de hematomas (que não sumiram, uma vez que não apareceram), somente leves equimoses de coloração amarelada. Tendo em vista a quantidade de gordura lipoaspirada nestes flancos (400ml de gordura de cada lado) e o tom bem branco da pele da paciente, esta coloração é extremamente satisfatória. Em pacientes com uma tez mais escura, ou naquelas com uma retirada menor de gordura, é praticamente inexistente sequer a presença destas marcas amareladas.

Source: Lange